Universidade do Minho  

             
 
  Autenticação/Login
 
Home
Mapa do Site
Contactos
Como Chegar ao DPS ?
Email de Contacto
   
  imprimir
 


Conteúdos Programáticos 

Simulação (Guilherme Pereira)

Programa sucinto:
Introdução à Simulação. Definição de Simulação. Metodologia da Simulação.
Modelação em Simulação. Experimentação em Simulação. Características de uma Ferramenta de Simulação. Vantagens e Desvantagens da Simulação.
Simulação a Eventos Discretos. Planeamento de Acontecimentos, Diagrama Ciclo de Actividades, Fluxo de Processo. Construção de Casos.
Estudo de uma Ferramenta de Simulação - Visio Basic for Simulations (VBS). Sua utilização na Modelação e Simulação de casos.
Aleatoriedade em simulação. Geração de Números Aleatórios, Testes de Aleatoriedade, Geração de valores de Variáveis Aleatórias de várias distribuições estatísticas.
Considerações de natureza estatística. Recolha de dados para experiências de simulação. Ajustamento de distribuições teóricas. Planeamento de experiências de simulação. Medidas de desempenho. Análise de resultados em simulação.
Intervalos de confiança.
Estudo de uma ferramenta profissional de Simulação - ARENA. Sua utilização na modelação e simulação de casos.



Bibliografia essencial:

USING SIMULATION TO SOLVE PROBLEMS
T Poole, J Szymankiewicz, McGrawHill, 1977
SIMULATION WITH ARENA
W David Kelton, Randall P Sadowski, Deborah A Sadowski, McGrawHill, 1998
HANDBOOK OF SIMULATION ? PRINCIPLES, METHODOLOGY, ADVANCES,
APPLICATIONS AND PRACTICE
Jerry Banks, John Wiley & Sons, Inc., 1998





Gestão da Produção (Leonilde Varela)
Programa sucinto:
Introdução conceptual à gestão da produção e de projetos. Programação e controlo da produção e de projetos. Planeamento da produção: estrutura, componentes e visões. Elementos de Planeamento Estratégico e Agregado de Produção. Programação Diretora da Produção. Planeamento/Programação da Capacidade Diretora da Produção. Gestão de materiais incluindo ?Material Requirements Planning?, MRP. Determinação de Necessidades de Capacidade produtiva dependente do MRP. Controlo da Atividade Produtiva. Técnicas e métodos de programação e controlo da produção aplicadas ao configurações típicas de sistemas de produção.  Técnicas e métodos de gestão e de projetos.

Bibliografia essencial:
S. Carmo-Silva, (2010). Textos de apoio - Gestão da Produção, Publicação Interna do Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho
Vollmann T. E., Berry, W. L. e Whybark, D. C. (2005) "Manufacturing Planning and Control Systems", McGraw-Hill
Baker K R,(1974) "Introduction to sequencing and scheduling", John Wiley & Sons, New York.

Projeto Integrado 1 (Carmo Silva)
Programa sucinto:
Recolha de dados para experiências de simulação. Manipulação de dados e ajuste a distribuições teóricas. Planeamento de experiências de simulação. Medidas de desempenho. Análise de resultados em simulação. Intervalos de confiança.
Utilização avançada de uma ferramenta profissional de Simulação – ARENA ou SIMIO. Blocos elementares e avançados, utilização de distribuições estatísticas, recursos, entidades e variáveis. Animação. Interpretação de relatórios.
Planeamento da produção. Elementos de Planeamento Estratégico e Agregado de Produção. Programação Directora da Produção. Planeamento/Programação da Capacidade Directora da Produção. Determinação de Necessidades de Capacidade produtiva. Controlo da Atividade Produtiva (CAP).
Discussão e experimentação em modelo de simulação de abordagens modernas à produção:  lean manufacturing, mecanismos de CAP , e.g., TKS (Toyota Kanban System). Técnicas e Métodos de Programação da Produção de curta duração.

Bibliografia essencial:
Jacobs, F. R. , Barry, W.L., Whybark, D. C. Voolmann, T.E., (2011) “Manufacturing and Control for Supply Chain Management”, Mc Graw-Hill Companies, Inc.
Carmo-Silva, S. (2010) “Textos de apoio à Gestão da Produção V01-10 – Mestrado em Engenharia de Sistemas”, Publicação interna, Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho.
Baker K R,(1974) "Introduction to sequencing and scheduling", John Wiley & Sons, New York
Banks, J. (1998) “Handbook of Simulation – Principles, Methodology, Advances, Applications and Practice”, John Wiley & Sons, Inc.
Poole, T and J Szymankiewicz. (1977) “Using Simulation to Solve Problems”, McGrawHill
Kelton, W David; Randall P Sadowski and David T. Sturrock (2004) SIMULATION WITH ARENA (3rd ed.) McGrawHill (ISBN: 0-07-121933-1)


Opção 1


Engenharia e Gestão da Qualidade
(Ségio Dinis)
Programa sucinto:
Qualidade: conceito, perspectivas e dimensões.
Função Qualidade: principais actividades e interligações.
Contribuições dos gurus.
Gestão da Qualidade Total (TQM): princípios e filosofia.
Programas de melhoria da qualidade: metodologia e ferramentas básicas.
Controlo estatístico de processos: Gráficos de controlo por variáveis e por atributos.
Capacidade dos processos.
Capabilidade da inspecção.

Bibliografia essencial:
Juran, J. M. and Gryna, F. M., Quality Planning and Analysis, McGraw Hill Book Co.
Montgomery, D. C., Introduction to Statistical Quality Control, John Wiley & Sons
Kolarik, W., Creating Quality: Concepts, Methods, Strategies and Tools, McGraw Hill Book Co.v

Otimização da Cadeia de Abastecimento (José António Oliveira)
Programa sucinto:
Introdução à Otimização da Cadeia de Abastecimento
Problemas da Cadeia de Abastecimento
Programação Inteira
Heurísticas
Outros tópicos

Bibliografia essencial:
Apontamentos (disponíveis no site de elearning)
Papadimitriou and Steiglitz, Combinatorial Optimization, Prentice-Hall, 1982.


Opção 2


Gestão Estratégica e Marketing (Manuel Lopes Nunes)
Programa sucinto:
Missão e estratégia.
Análise do ambiente externo.
Análise do ambiente interno.
Análise SWOT.
Conceito de marketing.
Marketing versus orientação para a produção.
Criar valor e satisfação para o cliente.
Desenvolver um marketing mix efetivo.
Características-chave de um marketing mix efetivo
Marketing e desempenho do negócio

Bibliografia essencial:
Booz, Allen and Hamlton (1982). New Product Management for the 1980s. New York: Booz, Allen and Hamilton, Inc.
Hutt, Michael e Speh, Thomas (1998). Business Marketing Management: A Strategic View of Industrial and Organizational Markets. The Dryden Press.
Kotler, Philip (2006). Marketing Management. Prentice Hall.
Curtis, Tony (2008). Marketing for engineers, scientists and technologists. John Wiley & Sons Ltd.
Loch, Christoph e Kavadias, Stylianos, “Handbook of new product development management”, 1ª edição, Elsevier, Oxford, 2008.
Osterwalder, A. (2004). The Business Model Ontology: A Proposition in a Design Science Approach.
Pigneur, Y., & Osterwalder, A. (2011). Criar Modelos de Negocio: DOM QUIXOTE.

Supervisão e Controlo de Processos Industriais (Rui Sousa)
Programa sucinto:
Introdução aos Sistemas de Produção e à Produção Lean: Fatores de produção e produtos; Processos produtivos; Produção lean. Supervisão e controlo de processos produtivos: Elementos de automação; Sistemas SCADA (Supervisory Control and Data Acquisition). Mecanismos lean para melhoramento de processos produtivos: Automação inteligente (autonomation / jidoka); Preparação rápida de equipamentos (SMED); Dispositivos anti-erro (poka-yoke); Automação de baixo custo. Plataforma de desenvolvimento Labview: Caraterísticas e potencialidades; Exemplos de aplicação em supervisão e controlo.

Bibliografia essencial:
Groover, Mikell P. (2001): ?Automation, Production Systems, and Computer Integrated Manufacturing?, 2nd ed. Upper Saddle River, Prentice-Hall.
Womack J. P., Jones D. T. (1996) ?Lean Thinking: Banish Waste and Create Wealth in Your Corporation?. Free Press.
Hitomi, K. (1979): ?Manufacturing Systems Engineering?, Taylor & Francis Ltd.
Shimbun, N. K., Ed. (1988): ?Poka-yoke Improving Product Quality by preventing Defects?, Productivity Press, Portland, Oregon.
Shingo, S. (1985): ?A revolution in manufacturing: the SMED systems?, Portland, Oregon, Productivity Press.
Shingo S. (1996): ?Quick Changeover for Operators: The SMED System?. Shopfloor Series, Productivity Press.
Sousa R. M., Lima R. M., Carvalho D. and Alves A. (2009): ?An Industrial Application of Resource Constrained Scheduling for Quick Changeover?. In IEEE International Conference on Industrial Engineering and Engineering Management (IEEM 2009) (H. SUN, R. JIAO & M. XIE), 189-193, Hong Kong, China.
Sousa, R. M.; Moreira, J. F. (2010): ?Sistemas Automáticos de Produção?, texto de apoio pedagógico (166 págs), Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho.

Opção 3

Projeto Integrado de Informática Industrial 1 (Rui Sousa)
Programa sucinto:
Desenvolvimento de um projeto  para as seguintes unidades curriculares: Supervisão e Controlo de Processos Industriais (SCPI) e Engenharia e Gestão da Qualidade (CEGQ).
Os alunos devem reforçar os conhecimentos adquiridos ao longo do semestre nas unidades curriculares acima indicadas e desenvolver competências de aplicação dos conteúdos das mesmas. Pretende-se ainda a demonstração da abordagem multidisciplinar para projeto de sistemas ou subsistemas integrados de complexidade mais elevada.

Bibliografia essencial:
Bibliografia recomendada pelas unidades curriculares de SCPI e EGQ, do 2º semestre do 1º ano.

Projeto Integrado de Logística 1
Programa sucinto:
O conteúdo programático desta unidade curricular assenta, em grande parte, nos programas das unidades curriculares de “Otimização da Cadeia de Abastecimento” e “AGestão Estratégica e Marketing”. No âmbito específico desta unidade curricular, a ênfase é posta na execução de um projeto de análise de um sistema logístico (estudo de caso a especificar). É pois desenvolvido um projeto de cariz integrador e multidisciplinar, usando os conhecimentos adquiridos no âmbito das duas unidades curriculares referidas atrás.

Bibliografia essencial:
Papadimitriou and Steiglitz, Combinatorial Optimization, Prentice-Hall, 1982.
Simchi-Levi D., Kaminsky P. and Simchi-Levi E., Designing and managing the Supply Chain: Concepts, Strategies and Case Studies, McGrawHi, Irwin, 2008.
CURTIS, Tony, “Marketing for engineers, scientists and technologists”, 1ª edition, John Wiley & Sons Ltd, 2008.
Hunger, J. D., Wheelen, T. L. Essentials of Strategic Management


Análise de Sistemas (Anabela Tereso)
Programa sucinto:
Decision Theory and Decision Support Tools (DecisonTools ®)
System Dynamics


Bibliografia essencial:
Clemen, R. T. and Reilly, T. (2001) Making Hard Decisions with DecisionTools®, Duxbury, Thoson Learning.
Tereso, A. (2010) Análise de Decisão, Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho.
Forrester, Jay W. (1961). Industrial Dynamics. Pegasus Communications.ISBN 1-883823-36-6.

Logística (José Telhada)
Programa sucinto:
Introdução à gestão da cadeia de abastecimento e gestão logística.
Conceção, análise e redefinição de sistemas logísticos.
Localização de infraestruturas logísticas.
Planeamento e gestão da distribuição.
Planeamento da armazenagem; gestão do armazenamento; gestão de encomendas.
Planeamento e gestão dos transportes. Ferramentas de apoio ao planeamento de transportes. Exemplos de aplicação.
Sistemas de informação para apoio ao planeamento.
Análise e discussão de casos.

Bibliografia essencial:
Ballou R., Business Logistics Management, Pearson Prentice Hall, New Jersey, 2004.
Carvalho, M.S., Apontamentos de Logística, Universidade do Minho.
Coimbra E., Total Flow Management: Achieving Excellence with Kaizen and Lean Supply Chains", Kaizen Institute Consulting Group Ltd, 2009. 
Logística e Gestão da Cadeia de Abastecimento, Carvalho, J. C. (Ed.), Edições Sílabo, 2010.
Simchi-Levi D., Kaminsky P. and Simchi-Levi E., Designing and managing the Supply Chain: Concepts, Strategies and Case Studies, McGrawHi, Irwin, 2008.
Shapiro J., Modelling the Supply Chain, Duxbury, Thomson Learning, 2001.


Projeto Integrado 2 (José Telhada)
Programa sucinto:
O conteúdo programático desta unidade curricular assenta, em grande parte, nos programas das unidades curriculares de “Logística” e “Análise de Sistemas”. No âmbito específico desta unidade curricular, a ênfase é posta na execução de um projeto de análise de um sistema logístico (estudo de caso a especificar). É pois desenvolvido um projeto de cariz integrador e multidisciplinar, usando os conhecimentos adquiridos no âmbito das duas unidades curriculares referidas atrás.

Bibliografia essencial:
Ballou R., Business Logistics Management, Pearson Prentice Hall, New Jersey, 2004.
Carvalho, M.S., Apontamentos de Logística, Universidade do Minho.
Clemen R. and Reilly T., Making Hard Decisions with DecisionTools®, Duxbury, Thomson Learning, 2001.
Logística e Gestão da Cadeia de Abastecimento, Carvalho, J. C. (Ed.), Edições Sílabo, 2010.
Simchi-Levi D., Kaminsky P. and Simchi-Levi E., Designing and managing the Supply Chain: Concepts, Strategies and Case Studies, McGrawHi, Irwin, 2008.
Tereso A., Análise de Decisão, Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho, 2010.

Opção 4


Métodos de Previsão e Gestão de Stocks (Manuel Carlos Figueiredo)
Programa sucinto:
Introdução aos métodos de previsão: vantagens, limitações e campos de aplicação. Fundamentos da previsão quantitativa. Métodos quantitativos de previsão: Métodos de decomposição. Alisamento exponencial. Modelos ARIMA (Box-Jenkins). Métodos de Regressão. Monitorização. Métodos qualitativos de previsão. Comparação e seleção de métodos de previsão. Seleção e utilização de software para previsão. O problema geral da gestão de stocks. Medidas de desempenho. Sistemas de gestão de stocks para procura independente. Influência da incerteza na procura e nos prazos de entrega. Sistemas para procura dependente. Modelos de decisão para a gestão de stocks. Os problemas práticos da gestão de stocks. A função gestão de stocks nas organizações.

Bibliografia essencial:
Makridakis, Weelwright and Hyndman, Forecasting: Methods and Applications, John Wiley & Sons, 3rd Ed., 1998.
Armstrong S. (ed.), Principles of Forecasting: A Handbook for Researchers and Practitioners, Kluwer Academic Publishers, 4th Ed., 2004.
Tersine R.,Principles of Inventory and Materials Management, Prentice-Hall, 1994.~
Silver E., Pyke D. and Peterson R.,Inventory Management and Production Planning and Scheduling, J.Wiley, 3rd ed., 1998

Sistemas de Controlo da Atividade Produtiva (Silvio do Carmos SIlva)
Programa sucinto:
Introdução ao Planeamento e Controlo da Produção, ambientes de produção e configurações de sistemas de produção. Paradigmas de controlo de produção baseados em sinais de autorização de produção e em níveis de stock e de carga. São estudados os paradigmas push, pull, push-pull/pull-push, de reposição de stock e de reposição de carga. Mecanismos de controlo da actividade produtiva (CAP), nomeadamente relacionados com produção celular, produção ?lean?, e ?quick response manufacturing?, entre outros. Enquadramento geral dos paradigmas no CAP. Exemplos de mecanismos a estudar são: TKS, MRP, CONWIP, DBR, Base Stock, Input/Output, POLCA, Workload Control e GPOLCA, este desenvolvido sob orientação e em co-autoria pelo responsável da UC. Ajuste do Planeamento da Produção aos mecanismos de CAP.Modelação e avaliação do desempenho dos mecanismos através de simulação por computado

Bibliografia essencial:
Hopp W. J., Spearman, M. L, (1996), ?Factory Physics ? Foundations of Manufacturing Management?, Irwin/McGraw-Hill.
Suri, R. (1998), ?Quick Response Manufacturing?, Productivity Press.
Kelton, W.D., Sadowski, R. P., Sadowski, D. A. (1998), ?Simulation with Arena?, WCB/McGraw-Hill

Opção 5


Sistemas Automáticos de Produção (Rui Sousa)
Programa sucinto:
Introdução à Automação Industrial: elementos de produção automática; tipos de automação; principais tipos de sensores; principais tipos de acionadores; principais tipos de controladores. Controladores lógicos programáveis (PLCs): arquitetura típica; potencialidades e aplicações; programação. Razões para automatizar. Vantagens e desvantagens da automatização de processos produtivos. Introdução à Robótica Industrial: principais características de um robô; órgãos terminais; dispositivos de segurança. Fornecedores e modelos de robôs. Aplicações industriais. Modos de programação. Seleção de robôs. Análise de projetos de automação/robotização industrial. Sistemas Automáticos de Alimentação: normalização de componentes, conceção de componentes orientada à alimentação e montagem automática; alimentadores de componentes/produtos. Sistemas de armazenagem automática. Transportadores.

Bibliografia essencial:
Sousa, R. M.; Moreira, J. F. (2010): “Sistemas Automáticos de Produção”, texto de apoio pedagógico (166 págs), Departamento de Produção e Sistemas, Universidade do Minho.
Groover, Mikell P. (2001): “Automation, Production Systems, and Computer Integrated Manufacturing”, 2nd ed. Upper Saddle River, Prentice-Hall.
Asfahl, C. Ray. (1992): “Robots and Manufacturing Automation”, 2nd edition, John Wiley & Sons, inc.
Engelberger, Joseph F. (1980): “Robotics in Practice: Management and Applications of Industrial Robots”.
Groover, M. P. ; Weiss, M.; Nagel, R. N. and Odrey, N. G. (1989): “Robótica: Tecnologia e Programação”, McGraw-Hill.

Sistemas de Informação e Comunicação
Programa sucinto:
Tecnologias da Informação vs. Sistemas de Informação. Evolução das Tecnologias da Informação nas organizações. Função Sistemas de Informação e papéis dos profissionais de Tecnologias e Sistemas de Informação. Tecnologias da Informação na Sociedade: a Sociedade da Informação.
Tecnologia e Infraestrutura. Redes de Comunicação. Arquitectura cliente-servidor. Arquitectura Web e SOA.
Aplicações informáticas para apoio operacional, tático e estratégico. Sistemas de Transacções. Sistemas de Informação de Gestão. Sistemas de Apoio à Decisão. Sistemas de Informação para Executivos. Sistemas nucleares e sistemas de suporte.
Bases de dados, Datawarehouses e Business Intelligence.
Mercado de Tecnnologias da Informação. Soluções informáticas, empresas de tecnologias de informação e IT sourcing. Processo de aquisição de tecnologias de informação.
Web e Sociedade da Informação. E-commerce e E-business. Actividades suportadas via Web.Sistemas de gestão do relacionamento com fornecedores.
Sistemas de gestão do relacionamento com clientes. Sistemas de apoio às vendas. Sistemas de gestão da cadeia logística. E-procurement.
Serviços de Informação. Web e Web 2.0. Redes sociais. Produto vs. Serviço. Conceitos de SSME (Service Science, Management and Engineering). Impactos esperados na sociedade.

Bibliografia essencial:
Gallaugher, J. (2011). Information Systems: A Manager’s Guide to Harnessing Technology. Version 1.3, Flat World Knowledge.
Laudon, K. C. (2011). Management Information Systems: Managing the Digital Firm. Twelfth edition, Pearson Custom Publishing.
Lucas, H. C. Jr. (2009). Information Technology for Management. Global Text Project.
Pearlson, K. E. and Saunders, C. S. (2012). Managing and Using Information Systems: A Strategic Approach. Fifth edition, Wiley.

Opção 6


Projeto Integrado de Informática Industrial 2 (Rui Sousa)
Programa sucinto:
Desenvolvimento de um projeto envolvendo as outras duas unidades curriculares: Sistemas Automáticos de Produção e Sistemas de Controlo da Atividade Produtiva. Os alunos devem reforçar os conhecimentos adquiridos ao longo do semestre nas unidades curriculares acima indicadas e desenvolver competências de aplicação dos conteúdos das mesmas. Pretende-se ainda a demonstração da abordagem multidisciplinar para projeto de sistemas ou subsistemas integrados de complexidade mais elevada.

Bibliografia essencial:
Bibliografia recomendada pelas outras duas unidades curriculares: Sistemas Automáticos de Produção e Sistemas de Controlo da Atividade Produtiva.

Projeto Integrado de Logística 2 (José Telhada)
Programa sucinto:
O conteúdo programático desta unidade curricular assenta em grande parte nos programas das unidades curriculares de Métodos de Previsão e Gestão de Stocks (MPGS)  e Sistema de informação e Comunicação (SIC). No âmbito específico desta unidade curricular, a ênfase é posta no processo de desenvolvimento dos módulos de gestão de informação com vista a aplicação de modelos de previsão da procura e gestão de stocks. É desenvolvido um projeto de cariz integrador e multidisciplinar usando os conhecimentos adquiridos no âmbito das duas unidades curriculares referidas atrás.

Bibliografia essencial:
Forecasting: Methods and Applications,  Makridakis, Weelwright and Hyndman, John Wiley & Sons,3rd Ed., 1998 .
Principles of Forecasting: A Handbook for Researchers and Practitioners, Edited by J. Scott Armstrong, Kluwer Academic Publishers, 4th Ed., 2004.
Best practice in Inventory Management, Wild, T., Butterworth-Heinemann, 2nd Ed., 2002.
Foundations of Inventory Management, Zipkin, P.H., McGrawHill, 2000.
Principles of Inventory and Materials Management, R. Tersine, Prentice-Hall, 1994

Métodos de Investigação (Fernando Romero)
Programa sucinto:
Introdução ao processo de investigação.
Formulação e clarificação do tópico de investigação.
Revisão crítica da literatura. Sistemas de referenciação e uso de meios eletrónicos de pesquisa.
Abordagem e estratégia investigação.
Formulação do modelo de investigação.
Negociação do acesso e ética.
Seleção de amostras.
Utilização de dados secundários.
Recolha de dados primários através da observação.
Recolha de dados primários usando entrevistas semiestruturadas e profundas.
Recolha de dados primários usando questionários.
Análise quantitativa de dados.
Análise qualitativa de dados.
Escrita do relatório do projeto.

Bibliografia essencial:
Mark Saunders, Philip Lewis and Adrian Thornhill (2009) Research Methods for Business Students, Fifth edition, Pearson Education, ISBN: 978-0-273-71686-0.

Dissertação
Programa sucinto:
Desenvolvimento de investigação nas áreas científicas/ tecnológicas do curso.


Bibliografia essencial:
A definir em cada caso particular, dependendo do tema.



 
  © 2014 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por DPS Símbolo de Acessibilidade na Web D.