Universidade do Minho  

             
 
  Autenticação/Login
 
Home
Mapa do Site
Contactos
Como Chegar ao DPS ?
Email de Contacto
   
  imprimir
 


Questões Frequentes (FAQs) 


Q: Qual a área científica do PDEIS?

O Programa Doutoral em Engenharia Industrial e de Sistemas (PDEIS) está associado aos domínios científicos de:

    • Gestão Industrial e Sistemas
    • Engenharia Económica
    • Engenharia Humana
    • Otimização e Investigação Operacional
    • Métodos Numéricos e Estatísticos

No entanto, no diploma de doutoramento que é outorgado aos alunos que completam o PDEIS, apenas é feita referência à área científica (ramo de conhecimento) de Engenharia Industrial e de Sistemas.

Q: Quais as áreas principais de investigação dos docentes do PDEIS?

Os docentes do PDEIS integram-se no Centro de Investigação Algoritmi (http://algoritmi.uminho.pt)  da Universidade do Minho. Informação adicional sobre as principais áreas de investigação pode ser obtida em:

Q: Qual a duração do PDEIS?

O PDEIS é um Programa de três anos (6 semestres), com um total de 180 ECTS. Para informações adicionais, ver Estrutura Curricular na página do PDEIS.

Q: Em que períodos é que me posso candidatar ao PDEIS?

Há três períodos, ou fases, de candidatura: a 1ª fase que ocorre tipicamente em Janeiro, e as 2ª e 3ª fases, em Agosto e Janeiro, respetivamente.

Q: Como faço a minha candidatura ao PDEIS?

Informações adicionais sobre as candidaturas podem ser obtidas no site:

http://www.eng.uminho.pt/Default.aspx?tabid=18&pageid=471&lang=pt-PT

As candidaturas são realizadas online no site:

http://candidaturas.eng.uminho.pt/ccientifico/public/

Q: Se for admitido ao PDEIS no período de candidaturas em Janeiro, posso logo começar a frequentar disciplinas?

Sim, após a admissão, o plano de estudo curricular é preparado e aprovado, e o aluno começa a frequentar disciplinas no semestre que decorre de Fevereiro a Julho.

Q: Como e quando é definido o meu tutor?

O tutor é um professor do programa doutoral que, em função dos interesses de investigação indicados pelo aluno, será alocado a um aluno com os objetivos de definir o programa individual de formação (o plano de estudos curricular) e de desenvolver um plano de tese de doutoramento, nas disciplinas de Planeamento de Tese. O tutor é associado ao aluno logo após a admissão ao PDEIS, no início do 1º ano do plano de estudos.

Q: Quem define o meu plano de estudos curricular e que disciplinas é que vou frequentar no PDEIS?

Tal como já foi referido noutra questão, cada aluno do PDEIS tem um tutor, que poderá vir a ser o seu futuro orientador do trabalho de investigação. O tutor do aluno deverá avaliar, face ao trabalho de investigação conducente ao doutoramento que o aluno se propõe realizar, qual a formação que ele necessita para o poder realizar com sucesso. Neste processo de definição do plano de estudos curricular (1º ano do plano de doutoramento com um total de 60 ECTS), o aluno poderá ser dispensado de frequentar disciplinas, por ter formação prévia creditada.

Q: As disciplinas do meu curso de mestrado podem ser creditadas?

Pode haver lugar à creditação de formação prévia do candidato, desde que essa formação tenha sido adquirida para além dos requisitos mínimos de admissão ao programa doutoral. Por exemplo, se o aluno completou um grau com 300 ECTS (por exemplo, um curso de licenciatura com 5 anos anterior ao Acordo de Bolonha) e possui curriculum vitae suficiente para a admissão ao programa doutoral, e depois realizou um curso de mestrado anterior ao Acordo de Bolonha, então a nova formação adquirida no mestrado poderá ser creditada, desde que seja numa área relevante para o seu projeto de doutoramento.

Por outro lado, se o aluno realizou um curso de Mestrado Integrado posterior ao Acordo de Bolonha (com um total de 300 ECTS), como os 300 ECTS são um requisito para a admissão ao PDEIS, nenhuma disciplina da sua formação pode ser creditada. Poderá ainda haver outras situações diferentes que serão julgadas pela Comissão Diretiva do PDEIS. A creditação da formação prévia insere-se no processo de definição do plano de estudos curricular (1º ano do plano de doutoramento) do aluno.

Q: O que é um ECTS?

ECTS é um acrónimo de European Credit Transfer System (Sistema Europeu de Transferência de Créditos). A carga de trabalho para um estudante típico em tempo integral é de 30 créditos ECTS por semestre. Informação sobre o ECTS podem ser obtidos nos links abaixo indicados.

http://www.sri.uminho.pt/Default.aspx?tabindex=4&tabid=10&pageid=15&lang=pt

http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Processo%20de%20Bolonha/Objectivos/ECTS

Q: O meu trabalho como bolseiro de investigação pode ser creditado?

Sim, a Comissão Diretiva do PDEIS dará parecer sobre o pedido de creditação, de acordo com o estabelecido no Regulamento sobre a Creditação de Formação e Experiência Profissional, anexo ao Despacho RT-11/2009, disponível em Legislação, na página do PDEIS. A título ilustrativo, um ano de trabalho, a tempo inteiro, como bolseiro de investigação, num período subsequente ao aluno ter completado 300 ECTS, pode ser equivalente a 5 créditos ECTS, desde que seja numa área relevante para o seu projeto de doutoramento e devidamente comprovada. A creditação da formação prévia insere-se no processo de definição do plano de estudos curricular (1º ano do plano de doutoramento) do aluno.

Q: Quando é que devo preparar o meu plano de tese de doutoramento.

O trabalho de investigação é um projeto que deve ser planeado. Nos dois primeiros semestres, o aluno frequenta as disciplinas de Planeamento de Tese I, II e III. No âmbito destas disciplinas, o aluno prepara um plano de tese de doutoramento, que é avaliado por um júri. A forma como decorre este processo está descrita em Como e Quando Fazer.

Q: Depois do meu plano de tese de doutoramento ser aprovado, que terei de fazer?

Depois de o seu plano ser aprovado pelo júri, o aluno deverá requerer junto do Conselho Científico da Escola a sua admissão à preparação da tese de doutoramento. A forma como decorre este processo está descrita em Como e Quando Fazer.

Q: Além do orientador, poderei ter um coorientador?

Caso o tutor reconheça que há vantagens, poderá propor uma coorientação com um professor ou investigador não incluído no corpo docente do programa, mesmo que seja externo à Universidade do Minho. A proposta deve ser aprovada pela Comissão Diretiva do PDEIS. Durante o primeiro ano, até à aprovação do plano de tese, poderá haver uma intervenção informal do coorientador, mas o aluno tem apenas um tutor. O coorientador apenas é designado formalmente quando o aluno requer junto do Conselho Científico da Escola a sua admissão à preparação da tese de doutoramento.

Q: Em síntese, quais as datas importantes ao longo dos 3 anos ciclo de estudos se eu iniciar o PDEIS em setembro?

Algumas datas importantes abaixo apresentadas são indicativas. Em cada ano letivo, os alunos do PDEIS são informados das datas específicas:

Ano 0

Candidatura

Maio (1ª fase) e agosto (2ª fase)

Ano 1

Início do ano letivo

Primeira semana de outubro

Inscrição e matrícula nos Serviços Académicos

Última semana de setembro / primeira semana de outubro

Atribuição do tutor

Primeira semana de outubro

Plano de estudos

Segunda semana de outubro

Plano de doutoramento (UC Planeamento da Tese III)

1 de julho

Avaliação da UC Planeamento da Tese III

Época de exames de julho

Admissão à preparação da tese de doutoramento

Época de exames de julho

Ano 2

Relatório de progresso ao fim do 1º ano de preparação da tese de doutoramento

5 de setembro

Ano 3

Relatório de progresso ao fim do 2º ano de preparação da tese de doutoramento

5 de setembro

Q: Em síntese, quais as datas importantes ao longo do ciclo de estudos se eu iniciar o PDEIS em fevereiro?

Algumas datas importantes abaixo apresentadas são indicativas. Em cada ano letivo, os alunos do PDEIS são informados das datas específicas:

Ano 0

Candidatura

Janeiro (3ª fase)

Ano 1

Início do ano letivo

Última semana de fevereiro

Inscrição e matrícula nos Serviços Académicos

Terceira semana / quarta semana de fevereiro

Atribuição do tutor

Última semana de fevereiro

Plano de estudos

Primeira semana de março

Plano de doutoramento (UC Planeamento de Tese III)

4 de janeiro

Avaliação da UC Planeamento de Tese III

Época de exames de fevereiro

Admissão à preparação da tese de doutoramento

Época de exames de fevereiro

Ano 2

Relatório de progresso ao fim do 1º ano de preparação da tese de doutoramento

31 de janeiro

Ano 3

Relatório de progresso ao fim do 2º ano de preparação da tese de doutoramento

31 de janeiro

Q: Quais os critérios de seriação dos candidatos ao PDEIS?

Os candidatos são selecionados pelos seguintes critérios:

1. Formação académica (tendo em consideração a classificação do último grau obtido)

2. Análise curricular

2.1. Atividade de investigação (consoante o tipo de atividade e os resultados obtidos)

2.2. Atividade docente (dependendo do tipo de ensino (superior ou não-superior) e do número de anos).

2.3. Atividade profissional (consoante o tipo, a duração e a responsabilidade)

2.4. Formação complementar (pós-graduada e outra)

Q: Posso realizar o meu doutoramento em part-time?

Sim, o programa pode ser realizado em regime de tempo parcial, no dobro do tempo, com uma carga anual de 30 ECTS. O montante da propina anual é metade da propina dos alunos em tempo completo mais uma taxa suplementar.

CD_PDEIS (2013.03.11)


 
  © 2017 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por DPS Símbolo de Acessibilidade na Web D.